sábado, 30 de julho de 2011

As Três Peneiras...


Olavo foi transferido de projeto.


Logo no primeiro dia, para fazer média com o novo chefe, saiu-se com esta:


- Chefe, o senhor nem imagina o que me contaram a respeito do Silva. Disseram que ele...


Nem chegou a terminar a frase, e o chefe, aparteou:


-Espere um pouco, Olavo. O que vai me contar já passou pelo crivo das Três Peneiras?

- Peneiras? Que Peneiras, Chefe?


- A primeira, Olavo, é a da VERDADE.
Você tem certeza de que esse fato é absolutamente verdadeiro?


- Não. Não tenho, não. Como posso saber? O que sei foi o que me contaram. Mas eu acho que...


E, novamente, Olavo é interrompido pelo chefe:


- Então sua história já vazou a primeira peneira.
Vamos então para a segunda peneira que é a da BONDADE.
O que você vai me contar, gostaria que os outros também dissessem a seu respeito?


- Claro que não! Deus me livre, Chefe!

- diz Olavo, assustado.


- Então, - continua o chefe - sua história vazou a segunda peneira.
Vamos ver a terceira peneira, que é a da NECESSIDADE.
Você acha mesmo necessário me contar esse fato ou mesmo passá-lo adiante?


- Não chefe. Pensando desta forma, vi que não sobrou nada do que eu iria contar - fala Olavo, surpreendido.


-Pois é Olavo! Já pensou como as pessoas seriam mais felizes se todos usassem essas peneiras?- diz o chefe sorrindo e continua:


- Da próxima vez em que surgir um boato por ai submeta-o ao crivo das Três Peneiras:
VERDADE - BONDADE - NECESSIDADE

Antes de obedecer ao impulso de passá-lo adiante, porque:



PESSOAS INTELIGENTES FALAM SOBRE IDÉIAS

PESSOAS COMUNS FALAM SOBRE COISAS

PESSOAS MESQUINHAS FALAM SOBRE PESSOAS


quinta-feira, 21 de julho de 2011

domingo, 17 de julho de 2011

Nada Me Impedirá!

Nem a tristeza, nem a desilusão
Nem a incerteza, nem a solidão
Nada me impedirá de sorrir.

Nem o medo, nem a depressão,
Pôr mais que sofre meu coração,
Nada me impedirá de sonhar.


Nem o desespero, nem a descrença,
Muito menos o ódio ou alguma ofensa,
Nada me impedirá de viver.


Em meio as trevas, entre os espinhos,
Nas tempestades e nos descaminhos,
Nada me impedirá de crer em Deus.


Mesmo errando e aprendendo,
Tudo me será favorável,
Para que eu possa sempre evoluir
Preservar, servir, cantar,
Agradecer, perdoar, recomeçar…

Quero viver o dia de hoje, como se fosse o primeiro,
Como se fosse o ultimo, como se fosse o único.

Quero viver o momento de agora
Como se ainda fosse cedo,
Como se nunca fosse tarde.

Quero manter o otimismo,
Conservar o equilíbrio,
Fortalecer a minha esperança,
Recompor minhas energias,
Para prosperar na minha missão
E viver alegre todos os dias.


Quero caminhar na certeza de chegar,
Quero lutar na certeza de vencer,
Quero buscar na certeza de alcançar,
Quero saber esperar
Para poder realizar os ideais do meu ser.


Enfim, Quero dar o máximo de mim, para viver intensamente…

sábado, 16 de julho de 2011

A IMPORTÂNCIA DO PERDÃO - (Parábula)

O pequeno Zeca entra em casa, após a aula, batendo forte os seus pés no assoalho da casa. Seu pai, que estava indo para o quintal para fazer alguns serviços na horta, ao ver aquilo chama o menino para uma conversa.

Zeca, de oito anos de idade, o acompanha desconfiado. Antes que seu pai dissesse alguma coisa, fala irritado:
- Pai, estou com muita raiva. O Juca não deveria ter feito aquilo comigo. Desejo tudo de ruim para ele.
Seu pai, um homem simples mas cheio de sabedoria, escuta calmamente o filho que continua a reclamar:
- O Juca me humilhou na frente dos meus amigos. Não aceito. Gostaria que ele ficasse doente sem poder ir à escola.
O pai escuta tudo calado enquanto caminha até um abrigo onde guardava um saco cheio de carvão Levou o saco até o fundo do quintal e o menino o acompanhou, calado. Zeca vê o saco ser aberto e antes mesmo que ele pudesse fazer uma pergunta, o pai lhe propõe algo:
- Filho, faz de conta que aquela camisa branquinha que está secando no varal é o seu amiguinho Juca e cada pedaço de carvão é um mau pensamento seu, endereçado a ele. Quero que você jogue todo o carvão do saco na camisa, até o último pedaço. Depois eu volto para ver como ficou.
O menino achou que seria uma brincadeira divertida e passou mãos à obra. O varal com a camisa estava longe do menino e poucos pedaços acertavam o alvo. Uma hora se passou e o menino terminou a tarefa. O pai que espiava tudo de longe, se aproxima do menino e lhe pergunta:
- Filho como está se sentindo agora?
- Estou cansado mas estou alegre porque acertei muitos pedaços de carvão na camisa.
O pai olha para o menino, que fica sem entender a razão daquela brincadeira, e carinhoso lhe fala:
- Venha comigo até o meu quarto, quero lhe mostrar uma coisa.
O filho acompanha o pai até o quarto e é colocado na frente de um grande espelho onde pode ver seu corpo todo. Que susto! Zeca só conseguia enxergar seus dentes e os olhinhos. O pai, então lhe diz ternamente:
- Filho, você viu que a camisa quase não se sujou; mas, olhe só para você
O mal que desejamos aos outros é como o que lhe aconteceu. Por mais que possamos atrapalhar a vida de alguém com nossos pensamentos, a borra, os resíduos, a fuligem ficam sempre em nós mesmos.

Cuidado com seus pensamentos, eles se transformam em palavras;
Cuidado com suas palavras, elas se transformam em ações;
Cuidado com suas ações, elas se transformam em hábitos;
Cuidado com seus hábitos, eles moldam o seu caráter;
Cuidado com seu caráter, ele controla o seu destino.

Amanhã pode ser tarde...

Amanhã pode ser muito tarde

Para você dizer que ama,
Para você dizer que perdoa,
Para você dizer que desculpa,
Para você dizer que quer
tentar de novo...

Amanhã pode ser muito tarde
Para você pedir perdão,
Para você dizer:
Desculpe-me, o erro foi meu!...
O seu amor, amanhã, pode já ser inútil;
O seu perdão, amanhã, pode já não ser preciso;
A sua volta, amanhã, pode já não ser esperada;
A sua carta, amanhã, pode já não ser lida;
O seu carinho, amanhã, pode já não ser mais necessário;
O seu abraço, amanhã, pode já não encontrar outros braços...
Porque amanhã pode ser muito ...muito tarde!

Não deixe para amanhã para dizer:
Eu amo você!
Estou com saudades de você!
Perdoe-me!
Desculpe-me!
Esta flor é para você!
Você está tão bem!...

Não deixe para amanhã
O seu sorriso,
O seu abraço,
O seu carinho,
O seu trabalho,
O seu sonho,
A sua ajuda...

Não deixe para amanhã para perguntar:
Por que você está triste?
O que há com você?
Ei!...Venha cá, vamos conversar...
Cadê o seu sorriso?
Ainda tenho chance?...
Já percebeu que eu existo?
Por que não começamos de novo?
Estou com você.
Sabe que pode contar comigo?
Cadê os seus sonhos?
Onde está a sua garra?...

Lembre-se:
Amanhã pode ser tarde...muito tarde!
Procure. Vá atrás! Insista!
Tente mais uma vez!
Só hoje é definitivo!
Amanhã pode ser tarde...

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Baralho da criança

Vida …

é que nem um presente embrulhado num papel colorido.
Tem gente que guarda o presente para abrir depois, mas isso é muito sem graça, legal mesmo é fazer aquela festa, rasgar o papel e abrir o presente… No presente.
Receba no agora o milagre que é sua vida.


Cura …
é quando a gente pega a doença no colo e pergunta o que ela tem.
A gente deixa ela falar e presta muito, muito atenção, e quando ela termina, ja não tem mais nada para curar…
Cure sua vida prestando mais atenção nos aspectos que precisam ser curados.


Magia …
é quando a gente deita no sofá e fica sonhando acordado, imaginando todas as coisas que a gente quer que aconteçam e a gente se sente tão feliz que até esquece que estava imaginando, e quando a gente esquece, as coisas acontecem de verdade…
Deixe a imaginação trazer seus sonhos até você…


Respeito …
é quando a gente descobre que o outro existe. As vezes a gente olha para o outro e só consegue ver a gente mesmo e ai a gente não respeita o outro porque a gente nem sabe que ele está la.
Olhe novamente e redescubra as pessoas ao seu redor…


Solidão …
é quando a gente não sabe se gosta da gente então a gente acha que ninguém vai gostar.
Ai a gente se afasta das pessoas, que nem um bichinho doente, não deixa ninguém chegar perto e se sente muito muito só…
Aproxime-se, deixe as pessoas gostarem de você..


Bom Humor …
é quando a gente descobre que a vida é uma grande brincadeira.
Ai a gente sabe que as coisas que acontecem são de mentirinha que nem nos filmes, então a gente comeca a brincar de viver e tudo fica muito, muito mais divertido.
Seja menos sério e deixe a vida se tornar divertida…

(Patricia Gebrin)

Vencer

Vencer os outros não chega a ser uma grande vitória.

Vitorioso é aquele que consegue vencer a si mesmo, combatendo seus vícios e controlando suas paixões.
A vitória sobre nós mesmos é muito mais difícil.
Ela requer mais coragem, mais disciplina e mais decisão.
Mas se você não conseguir na primeira vez, tente de novo.
O simples fato de tentar de novo já será sua primeira vitória.

Circo da vida

Vivemos todos os dias em picadeiros de alegria, tristeza, angústia, dificuldades e decepções.
As pessoas nos observam esperando uma atitude, então é nessa horas que devemos dar risadas
se sentir como um palhaço rir de nós mesmos e fazer a platéia também rir.
Nos lugares públicos como no trabalho na escola enfeitamos nosso semblante com um sorriso,
brincamos e ao mesmo tempo representamos.
Na vida vivemos espetáculos e jamais podemos deixar as cortinas se fecharem sem antes ouvir os aplausos que tudo deu certo.

Circo da vida Ilaiene Linhares

Pense Nisso...

Quando você conseguir superar graves problemas de relacionamento, não se detenha na lembrança dos momentos difíceis, mas na alegria de haver atravessado mais esta prova em sua vida.
Quando escapar de um acidente grave não fique pensando no trauma que ele causou, mas no milagre que o ajudou a sair ileso.
Quando saíres de um longo tratamento de saúde não pense no sofrimento que foi necessário enfrentar, mas na bênção de Deus que permitiu a cura.
Leva na memória para o resto da vida as coisas boas que surgiram no meio das dificuldades.
Elas serão uma prova de sua capacidade em vencer as provas e lhe darão confiança na presença divina, que nos auxilia em qualquer situação, em qualquer tempo, diante de qualquer obstáculo.

Botões Gêmeos da Vida

Uma nota ressoa, ouve-se um meio-tom…
O eco projeta-se pelo espaço e agora volta, sempre marcado no tempo.
Duas vidas desabrocham, dois botões em flor se tocam.
Uma corrente dupla de puro amor eleva-se e funde-se com a chama brilhante que vem do alto.
Pontos gêmeos se amalgamam e brilham em maior resplendor, uma luz branca e clara lampeja para iluminar o caminho que se bifurca.
Uma trilha dourada se funde… misteriosamente, transforma-se em nós.
Dois seres se dissolvem para se descobrirem duplamente inteiros.
Singulares, embora unidos em outro plano, mais elevado, mais revelador.


Autor: desconhecido

terça-feira, 12 de julho de 2011

Nada na vida é por acaso...

Nada na vida é por acaso...
Um olhar...
Um encontro...
Uma amizade...
Um amor...
Um alguém muito especial.
Coisas boas e também coisas más...
Deus traça para nós tudo aquilo de que necessitamos para crescermos espiritualmente e como seres humanos.
Muitas vezes não entendemos pois nem tudo que nos acontece nos agrada.
Por essa razão, Deus nos deu o livre arbítrio. E por incrível que pareça, por podermos escolher, muitas vezes fazemos as escolhas erradas, só que quando nos damos conta já é tarde ou muuuiiito tarde.
Muitas vezes abrimos mão de algo ou de alguém muito especial sem nos darmos conta do quanto era especial, e do quanto nos fazia bem.
A certeza de que esse algo ou alguém estará sempre lá quando precisarmos é tão egoistamente grande que mal percebemos quando os estamos perdendo, e quando vamos ver já se foi. Aí lamentamos e nos perguntamos: Porque? Onde eu errei?
Então para evitarmos essas perguntinhas ridículas, simmm, ridículas, pois nós sabemos exatamente porque os perdemos, mas não queremos adimitir, basta que sejamos mais atentos com tudo a nossa volta, lembrando da pequena frase do início dessa reflexão: Nada na vida é por acaso!!!
Tudo e TODOS a nossa volta ou em nosso caminho, nos são dados por Deus, onde muitos chamam de destino.
Mas são as nossas atitudes que vão determinar o que ou QUEM permanece!
Reveja suas atitudes, antes que seja tarde de mais!!!

(créditos Gláucia Gouveia)

Apenas um passo

"Não importa há quanto tempo você esteja andando para o Norte - com apenas um passo você é capaz de andar para o Sul. O que é preciso para dar uma volta de 180º na sua vida? Apenas um passo. Você está a apenas um passo de uma dieta mais equilibrada, a um passo de melhorar suas finanças pessoais, a um passo de ser um profissional muito melhor, a um passo de ter um relacionamento mais gratificante. Daqui a um minuto, seus piores problemas podem estar todos atrás de você, ao invés de estarem na sua frente. Com apenas um passo, o melhor dia da sua vida pode ainda estar por vir, e não estar perdido em algum lugar do passado distante. Num instante, todas as energias negativas na sua vida podem ser redirecionadas para alguma coisa positiva. Apenas um passo é necessário para romper essa inércia, e dar à sua vida o rumo que você realmente gostaria que ela tivesse."
Um homem honrado, não faz planos que não pretende realizar; não promete oque não pretende cumprir; mas principalmente não diz oque não sente! Que pena... é uma espécie em extinção!

(anônimo)

sábado, 9 de julho de 2011


One Last Cry
Um último choro
Marina Elali

My shattered dreams and broken heart
Meus sonhos destruídos e coração partido
Are mending on the shelf
Estão se recuperando
I saw you holding hands
Eu te vi, de mãos dadas, de pé
Standing close to someone else
Perto de outro alguém
Now I sit all alone
Agora eu me sento aqui, sozinha
Wishing all my feeling was gone
Desejando que todos meus sentimentos se vão
I gave my best to you
Eu dei o meu melhor para você
Nothing for me to do
Não há nada melhor a fazer
But I've one last cry
A não ser chorar pela última vez
One last cry
Um último choro...
Before I leave it all behind
Um último choro, antes de deixar tudo para trás
I've gotta put you out of my mind this time
Vou expulsá-lo da minha mente desta vez
Stop living a lie I guess
e parar de viver uma mentira
I'm down to my last cry
Eu acho que terei um último choro...
I was here, you were there
Eu estava aqui, você estava lá
Guess we never could agree
Acho que nunca concordamos
While the sun shines on you
Enquanto o sol brilha em você
I need some love to rain on me
Eu preciso que o amor chova em mim
Still I sit all alone
Ainda estou aqui sentada, sozinha
Wishing all my feeling was gone
Desejando que todos meus sentimentos se vão
Gotta get over you
Tenho que superá-lo
Nothing for me to do
Não há nada mais a fazer
But I´ve one last cry
A não ser chorar pela última vez
One last cry
Um último choro...
Before I leave it all behind
Um último choro, antes de deixar tudo para trás
I've gotta put you out of my mind this time
Vou expulsá-lo da minha mente desta
Stop living a lie
e parar de viver uma mentira
I know I´ve gotta be strong
Eu sei que para isso preciso ser forte
'Cause 'round me life goes on and on and on and on
Porque a vida continua a minha volta...

domingo, 3 de julho de 2011

"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas"

"Um dia descobrimos que beijar uma pessoa para esquecer outra, é bobagem.
Você não só não esquece a outra pessoa como pensa muito mais nela…
Um dia nós percebemos que as mulheres tem extinto “caçador” e fazem qualquer homem sofrer…
Um dia descobrimos que se apaixonar é inevitável…
Um dia percebemos que as melhores provas de amor são as mais simples…
Um dia percebemos que o comum não nos atrai…
um dia saberemos que ser classificado como “bonzinho” não é bom…
Um dia percebemos que a pessoa que nunca te liga é a que mais pensa em você…
Um dia saberemos a importância da frase ” Tu se tornas eternamente responsável por aquilo que cativas…”
Um dia percebemos que somos muito importante para alguém mas não damos valor a isso…
Um dia percebemos como aquele amigo faz falta, mas ai já é tarde demais…
Enfim… um dia descobrimos que apesar de viver quase 1 século esse tempo todo não é suficiente para realizarmos todos que os nossos sonhos, para beijarmos todas as bocas que nos atraem, para dizer tudo o que tem que ser dito…
O jeito é: ou nos conformarmos com a falta de algumas coisas na nossa vida ou lutarmos para realizar todas as nossas loucuras…
Quem não compreender um olhar tampouco compreenderá uma longa explicação".


Mario Quintana.

sábado, 2 de julho de 2011

Deixe a Raiva Secar

Mariana ficou toda feliz porque ganhou de presente um joguinho de chá, todo azulzinho, com bolinhas amarelas.
No dia seguinte, Júlia sua amiguinha, veio bem cedo convidá-la para brincar. Mariana não podia, pois iria sair com sua mãe naquela manhã.

Júlia, então, pediu a coleguinha que lhe emprestasse o seu conjuntinho de chá para que ela pudesse brincar sozinha na garagem do prédio.

Mariana não queria emprestar, mas, com a insistência da amiga, resolveu ceder, fazendo questão de demonstrar todo o seu ciúme por aquele brinquedo tão especial.

Ao regressar do passeio, Mariana ficou chocada ao ver o seu conjuntinho de chá jogado no chão. Faltavam algumas xícaras e a bandejinha estava toda quebrada.

Chorando e muito nervosa, Mariana desabafou:
- Está vendo, mamãe, o que a Júlia fez comigo? Emprestei o meu brinquedo, ela estragou tudo e ainda deixou jogado no chão.

Totalmente descontrolada, Mariana queria, porque queria, ir ao apartamento de Júlia pedir explicações. Mas a mãe, com muito carinho ponderou:
- Filhinha, lembra daquele dia quando você saiu com seu vestido novo todo branquinho e um carro, passando, jogou lama em sua roupa? Ao chegar em casa você queria lavar imediatamente aquela sujeira, mas a vovó não deixou. Você lembra o que a vovó falou? Ela falou que era para deixar o barro secar primeiro. Depois ficava mais fácil limpar. Pois é, minha filha, com a raiva é a mesma coisa. Deixa a raiva secar primeiro. Depois fica bem mais fácil resolver tudo.

Mariana não entendeu muito bem, mas resolveu seguir o conselho da mãe e foi para a sala ver televisão. Logo depois alguém tocou a campainha.

Era Júlia, toda sem graça, com um embrulho na mão. Sem que houvesse tempo para qualquer pergunta, ela foi falando:
- Mariana, sabe aquele menino mau da outra rua que fica correndo atrás da gente? Ele veio querendo brincar comigo e eu não deixei. Aí ele ficou bravo e estragou o brinquedo que você havia me emprestado. Quando eu contei para a mamãe ela ficou preocupada e foi correndo comprar outro brinquedo igualzinho para você. Espero que você não fique com raiva de mim. Não foi minha culpa.

- Não tem problema - disse Mariana. - minha raiva já secou.

E, dando um forte abraço em sua amiga, tomou-a pela mão e levou-a para o quarto para contar a história do vestido novo que havia sujado de barro.

Nunca tome qualquer atitude com raiva. A raiva nos cega e impede que vejamos as coisas como elas realmente são. Assim, você evitará cometer injustiças e ganhará o respeito dos demais pela sua posição ponderada e correta diante de uma situação difícil.

Lembre-se sempre: Deixe a raiva secar!